QUARTA, 08/04/2020, 19:00

Grupo moveleiro aproveita recesso de isolamento dos funcionários e retira maquinários da empresa, desaparece e não paga funcionários

São 45 profissionais que chegaram na segunda-feira para trabalharem e se depararam com as portas fechadas e o galpão limpo, sem máquinas.

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário de Londrina – Sintracom e região recebeu denuncia nesta quarta-feira de trabalhadores de uma empresa do grupo moveleiro que possivelmente o dono da empresa limpou a sede do empreendimento, retirou todos os maquinários e fugiu.

De acordo com o presidente do Sitracom, Denilson Pestana, são 45 funcionários que trabalham entre seis meses e quatro anos para o grupo moveleiro.

Os profissionais estavam afastados temporariamente, como determina o decreto municipal, em isolamento domiciliar, e quando apareceram na empresa na última segunda-feira para saberem como ficariam nos próximos dias, descobriram que não tinham máquinas no local e que tudo sumiu, foi retirado da sede.

A folha de pagamento chega a R$ 100 mil.

Os trabalhadores protestaram em frente a empresa no centro de Londrina na tarde desta quarta-feira.

Agora representantes do Sintracom tentam localizar os donos do grupo moveleiro para um possível acordo.

Por Bruno Carraro

Comentários