QUINTA, 18/02/2021, 10:03

Imóveis da União na zona leste podem abrigar sede provisória da Câmara e nova UPA

Proposta será apresentada ao prefeito, mas também depende de recursos de emendas parlamentares

Dois imóveis pertencentes à União e localizados na zona leste de Londrina podem se transformar em uma UPA, Unidade de Pronto Atendimento, e na sede provisória da Câmara de Vereadores durante a reforma do prédio no Centro Cívico.
A proposta partiu do vereador Beto Cambará, e engloba dois prédios onde funcionavam o Ministério Público do Trabalho e o núcleo regional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, no cruzamento entre as ruas Palheta e Dom João VI. Antigamente, o local abrigava galpões do Instituto Brasileiro do Café, o IBC.

Segundo o vereador, a ideia da UPA atenderia uma carência de atendimento em saúde na zona leste da cidade.

Beto afirma que o prédio onde funcionava o Ministério Público do Trabalho passou por uma reforma recentemente, porém o local já tem sido alvo de vândalos. Enquanto a ideia da UPA não avança, surgiu a alternativa de transferir o prédio da Câmara de Vereadores para o espaço. O projeto já foi concluído e o Legislativo aguarda a formalização de uma parceria com a prefeitura para lançar a licitação.
O vereador acredita que a própria preparação do prédio para receber a Câmara de Vereadores provisoriamente já facilite a instalação de uma unidade de saúde, restando a compra de equipamentos por meio de emendas parlamentares e a contratação de pessoal por parte da prefeitura.

Por Marco Feltrin

Comentários