TERCA, 23/05/2017, 19:25

Ministério Público denuncia 21 pessoas em mais uma ação da Operação Publicano

Novo inquérito envolve empresas de diversos setores e tem como investigados 18 auditores fiscais e três empresários.

O Ministério Público denunciou mais 21 pessoas na Operação Publicano. Essa nova ação tem como investigados 18 auditores fiscais e três empresários. A denúncia apura a cobrança de propina e sonegação tributária envolvendo empresas dos setores de brinquedos e plásticos. É a 17ª ação de improbidade administrativa da Publicano, que é conduzida pela 26ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, que tem à frente os promotores Ricardo Benvenhu e Renato de Lima Castro.

A reportagem da CBN Londrina tentou falar com os promotores responsáveis pela denúncia, para ter mais detalhes das acusações, mas eles não retornaram nossas ligações.

A Operação Publicano foi deflagrada em março de 2015. As investigações começaram ainda em 2014 e segundo o que foi apurado pelos Promotores, o esquema dos auditores negligenciava a fiscalização e não multava os sonegadores. A quadrilha, então, cobrava propina dos empresários para anular débitos ou reduzir os impostos devidos.

Por Marcos Garrido

Comentários