TERCA, 23/04/2019, 19:47

Prefeitura ainda terá que abrir processo licitatório fechar a cratera no conjunto Neymann Sahyun

A intenção no início do ano era contratar emergencialmente uma empresa para tapar o buraco, mas a obra é maior do que o esperado e será preciso licitar.

A cratera aberta pela chuva na rua Edmundo Gonçalves, em frente ao número 60 – no conjunto Neymann Sahyun, ainda está sem data definida para ser fechada.

Depois de uma análise técnica da prefeitura de Londrina, o problema é maior do que o esperado e o custo da obra mais alto.

No início desse ano a expectativa era fazer uma contratação emergencial para fechar a cratera.

De acordo com o Secretário de Obras, João Verçosa, o custo estimado é superior a R$ 300 mil e será necessário abrir um processo licitatório para contratação da empresa. 

O local continua interditado e sinalizado.

A expectativa é que o tramite de uma licitação para a obra seja entre 60 e 120 dias.  

A rota do transporte coletivo ainda está sendo feita de forma alternativa.

Por Bruno Carraro

Comentários