TERCA, 07/07/2020, 19:22

Prefeitura anuncia testagem geral nas Instituições particulares de Longa Permanência para Idosos

Mais de mil pessoas, entre funcionários e idosos dos asilos, vão fazer os exames para detecção da Covid-19 a partir de segunda-feira.

A medida, mais uma do Plano de Contingência para os asilos divulgado em maio pela Prefeitura, foi anunciada em uma entrevista coletiva on-line nesta terça-feira. A testagem em massa de todos os trabalhadores e idosos dos asilos de Londrina é resultado de um pedido feito, em maio, pelo Ministério Público, após os primeiros casos da doença registrados em instituições da cidade.  A Prefeitura já tinha realizado 465 exames, do mesmo tipo, nos três asilos conveniados ao Município.

Dessa vez, de acordo com o secretário Municipal de Saúde, Felippe Machado, vão fazer exame para a Covid-19 um total de 600 idosos e 418 funcionários das 19 Instituições de Longa Permanência particulares da cidade. Após essa testagem em massa nos asilos privados, o secretário diz que os exames vão ser repetidos, nas conveniadas onde houve registro de casos, a cada 15 dias, pelos próximos dois meses.

De acordo com Felippe Machado, a opção da Prefeitura foi pela realização do teste sorológico, que detecta os anticorpos do coronavírus no organismo com mais precisão, garante o secretário. Os mais de mil exames devem começar a ser feitos a partir de segunda-feira.

Até agora, foram confirmados 26 casos e oito mortes de residentes nos asilos pela Covid-19. Com a testagem em massa em todos os asilos, que deve durar em torno de dez dias, o Secretário explica que a ideia é mapear a circulação do vírus em todas as instituições de longa permanência de idosos da cidade.

De acordo com a secretária Municipal do Idoso, Andrea Ramondini, atualmente nenhum dos asilos da cidade tem casos suspeitos do novo coronavírus. A secretária explicou ainda que as visitas e novas internações continuam suspensas em todas as instituições.

De acordo com Andréa Ramondini, as instituições também passaram a adotar áreas isoladas para os casos confirmados ou suspeitos de Covid-19. Dos 26 idosos confirmados com a doença nos asilos da cidade até agora, cinco estão internados, três em leitos de enfermaria e dois em UTI.

Por Marcos Garrido

Comentários