SEGUNDA, 10/06/2019, 19:32

Prefeitura de Londrina quer aumentar valor do plantão pediátrico para ampliar quadro de médicos no Pronto Atendimento Infantil

A intenção é que fiquem no mínimo seis médicos no PAI até a 1h da manhã todos os dias.

De acordo com informações da própria Secretaria Municipal de Saúde, o Pronto Atendimento Infantil – PAI registrou aumento significativo no número de atendimentos diariamente.

A prefeitura de Londrina contabiliza uma média de 40% a mais no número de pacientes todos os dias.

O registro de reclamações para espera de até 4h em plantões é frequente nas últimas semanas.

Para tentar reduzir o tempo de espera a solução é aumentar o número de médicos.

De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Felippe Machado, não tem médicos pediatras  disponíveis para atender o plantão, não há interesse pelo valor pago hoje pelo município.

Foi feita nesta segunda-feira uma solicitação ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema - Cismepar, que faz o convênio com o município para ampliar o quadro de pediatras. Um plantão de 12h hoje custa R$ 1,3 mil ao município, a intenção é pagar R$ 1,8 mil por plantão, para médicos temporários. Em outubro a prefeitura deve contratar novos profissionais por meio de concurso.

Ainda de acordo com Felippe Machado, nesta segunda-feira seis médicos atendiam no plantão, mas ao longo da semana esse número tende a cair pela metade. A intenção é que todos os dias tenham seis médicos de plantão até a 1h da manhã.

A apreciação do valor seria analisada pelo Cismepar com outros profissionais da saúde em uma reunião na noite da última segunda-feira.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade