SEGUNDA, 26/02/2018, 18:46

Unidade Básica de Saúde identificada com problemas de estrutura por vereadores e Ministério Público será reformada ainda nesse semestre

As obras do posto do Conjunto Maria Cecília vão custar R$ 190 mil.  

O posto de saúde do Conjunto Maria Cecília, na região norte de Londrina, atende em média 20 mil pacientes e aguarda por reforma em toda a estrutura comprometida pelo tempo de uso.

E um levantamento feito pela prefeitura, em Londrina são 53 Unidades Básicas de Saúde ativas, dessas 50% precisam ou precisaram de uma reforma.

De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Felippe Machado, 30 unidades de saúde vão receber a reforma, na primeira etapa 12 serão contempladas. A primeira a ser reformada é a UBS do Conjunto Maria Cecília e que vai custar R$ 190 mil. A intenção é que as obras iniciem ainda nesse semestre. O processo de licitação para contratação da empresa já começou.

No final do ano passado representantes da Comissão de Seguridade da Câmara, junto com o promotor do Ministério Público, Paulo Tavares, visitaram a unidade do Maria Cecília e constataram várias irregularidades nas estruturas. Entre os problemas estava a falta de assentos sanitários, salas apertadas, falta de insumos e de produtos de limpeza, além de um prédio degradado.

A Comissão cobrou recentemente um posicionamento da Secretaria de Saúde, que por sua vez, apresentou o prazo para início das obras até o final desse semestre.

Dentro do trâmite da licitação para a contratação da empresa, as propostas devem ser abertas no final dessa semana. Em seguida, correm os prazos para recorrerem ou contestarem a escolha da empresa e a apresentação de documentação, prazos esses que corridos podem levar até 90 dias.

Por Bruno Carraro

Comentários