QUARTA, 06/07/2016, 17:57

Principal doença da laranja se mantém estável no último ano

Um relatório do Fundo de Defesa da Citricultura, o Fundecitrus, mostrou que a incidência do greening nos pomares do parque citrícola foi de 17% no último ano. Esta é a primeira vez que a doença se manteve estável e está sendo controlada desde que chegou ao Brasil, em 2004. O greening é transmitido por um inseto e não tem cura. As plantas infectadas diminuem o potencial produtivo e a qualidade ao longo dos anos.

O gerente do Fundecitrus, Antonio Juliano Ayres, explicou que o controle está relacionado às medidas preventivas de manejo coletivo nos pomares e à erradicação das plantas doentes.

Segundo Ayres, os citricultores de São Paulo conseguiram controlar a doença erradicando 22 mil hectares de plantas doentes no estado. No Paraná, o Iapar estima que o greening esteja presente em 10% dos pomares.

Comentários

Publicidade