SEGUNDA, 13/06/2016, 18:16

De janeiro a maio deste ano houve aumento de 2% no número de acidentes de trânsito se comparado com o mesmo período de 2015

Em relação ao número de atropelamentos houve queda de abril para maio, de 32 para 27.

Nos primeiros cinco meses desse ano, se comparado com o mesmo período do ano passado, houve aumento de 2% no número de acidentes de trânsito em Londrina.  De 1.411 acidentes em 2015, subiu para 1.438 nesse ano.

De abril para maio, desse ano, houve redução no número de acidentes, foram 292 em abril para 281 em maio. Nesse mesmo período, em relação ao número de atropelamentos, houve queda de 32 para 27.

Foram três mortes em maio desse ano por acidentes de trânsito e todos com motociclistas. No total de acidentes com morte, 38 pessoas morreram, de janeiro a abril desse ano.

Os dados foram divulgados pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU.

Segundo o diretor de trânsito da CMTU, Emerson Pacheco, a redução no número de atropelamentos na cidade, foi o que mais chamou a atenção do órgão. São meses de trabalho de reeducação do trânsito e com grupos de idosos para diminuir as estatísticas de atropelamentos. Sete pessoas acima de 60 anos morreram em atropelamentos nesse ano.

A Avenida Brasília no perímetro urbano ainda é a que registra o maior número de acidentes fatais. Foram oito no acumulado do ano. Segundo Emerson, a Avenida Dez de Dezembro deve deixar as estatísticas com maior número de acidentes, por causa dos radares fixos que já estão em funcionamento.

Nesses primeiros cinco meses do ano foram mais de 11,3 mil multas, em radar móvel, e outras 33,9 mil com talão eletrônico.

As multas que ainda lideram o ranking são de pessoas sem cinto de segurança, com mais de 11,9 mil, seguida por falar no celular e dirigir com mais de 6,4 mil.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade