QUARTA, 23/05/2018, 19:05

Greve dos caminhoneiros prejudica abastecimento da Ceasa Londrina e mais de 80% dos produtos armazenados estão comprometidos

Acesso de caminhões ao pátio foi fechado por manifestantes. O preço da batata apresentou elevação de 211%.

O quarto dia da greve dos caminhoneiros já afeta o abastecimento da Ceasa de Londrina. Nesta quarta-feira pela manhã caminhões foram impedidos de acessar o pátio interno da Central, grevistas bloquearam as entradas.

De acordo com o diretor geral da Ceasa em Londrina, Marcos Pereira, mais de 80% dos produtos armazenados estão comprometidos, tudo porque caminhões não conseguem fazer o transporte das mercadorias. Os boxistas não têm acesso aos produtores que vêm de diversas regiões do País.  

No caso de frutas verduras e legumes, os preços não apresentaram mudanças em relação à semana passada, se armazenar sofre o risco de perder as mercadorias.

Mas a batata, que já está em falta, apresentou elevação de 211% no preço. Na semana passada, antes da greve, a saca de 50 quilos custava R$ 90, hoje o valor é superior a R$ 280.

A Ceasa acredita que pode começar a faltar mercadorias em feiras livres, supermercados e sacolões.

Por Bruno Carraro

Comentários