SEGUNDA, 28/10/2019, 06:20

Londrina terá 40 casas em condomínio para idosos de baixa renda

Somente o idoso ou casal poderão residir na moradia com o pagamento de uma contrapartida mensal de 15% de um salário-mínimo, que equivale a R$ 149,70.

O programa Viver Mais do governo do estado vai proporcionar moradias adaptadas para idosos em condomínios.

São idosos de baixa renda que podem ter acesso ao programa.

Londrina é uma das cidades contempladas pelo projeto.

De acordo com a Secretaria Municipal do Idoso, Andrea Danelon, são 40 moradias para Londrina. Pessoas com mais de 60 anos que não tenham casa própria tem direito ao programa.

Os projetos arquitetônicos contam com praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e piscina para hidroginástica. 

O imóvel é cedido por meio de aluguel social. Os escolhidos poderão residir nas casas por tempo indeterminado, sozinhos ou em casais, com o pagamento de uma contrapartida mensal de 15% de um salário-mínimo, que equivale atualmente a R$ 149,70.

O governo do estado não revelou a data prevista para início das obras e nem o valor que será investido para as obras.

Além de Londrina, os primeiros empreendimentos coordenados pela Companhia de Habitação do Paraná – Cohapar  serão realizados em Cascavel, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Irati, Jaguariaíva, Maringá, Palmas, Piraquara, Ponta Grossa, Prudentópolis e Telêmaco Borba.

Por Bruno Carraro

Comentários