QUARTA, 10/07/2019, 19:26

Motorista que matou duas pessoas em acidente na Dez de Dezembro vai ter que pagar indenização à família de uma das vítimas

Na decisão, juiz cita que Daiane Freire estava embriagada e determina pagamento de R$ 100 mil de indenização por danos morais e uma pensão mensal de R$ 2 mil à família.

O acidente foi na madrugada do feriado de 1° de maio do ano passado. Daiane Freire, de 37 anos, dirigia o próprio carro pela avenida Dez de Dezembro e atingiu a moto onde estavam Eliede dos Santos, de 42 anos, e Jean Goulart, de 26. Eles esperavam o sinal abrir quando o carro de Daiane acabou atingindo a moto. Os dois foram arremessados a metros de distância e morreram na hora.

A ação que pedia a indenização foi proposta pela esposa e os três filhos de Eliede dos Santos, que era serralheiro, recebia um salário de pouco menos de R$ 1.800 e era o principal responsável pelo sustento da família.

Na decisão, o juiz Bruno Pegoraro, da 1ª Vara Cível de Londrina, cita o teste de embriaguez feito uma hora após o acidente, que apontou consumo de bebida alcoólica dez vezes superior ao permitido. O magistrado afirma ainda que a morte de Eliede abalou a família profundamente.

O magistrado determinou que cada herdeiro seja indenizado em R$ 25 mil por dano moral, o que totaliza R$ 100 mil. Na decisão, o juiz também definiu o pagamento de uma pensão, por danos materiais, de aproximadamente R$ 2 mil mensais até que a viúva de Eliede complete 70 anos e cada um dos filhos tenha 25 anos.

A motorista chegou a ficar presa por poucos dias, mas passou a responder o processo em liberdade. Daiane Freira ainda pode ser levada a júri popular pelas duas mortes na Ação Criminal que tramita na Justiça.

Não conseguimos contato com a defesa de Daiane Freire.

Por Marcos Garrido

Comentários

Publicidade