TERCA, 27/07/2021, 18:25

Municípios paranaenses e Governo do Estado alinham medidas para amenizar impactos do frio à população

Plano de ação vai mobilizar diferentes órgãos e secretarias para atuar em resposta à queda acentuada nas temperaturas.

Com a chegada de uma massa de ar polar ao sul do país, o Governo do Estado se reuniu com a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), na terça-feira (26), para elaborar um plano de ação que possa orientar o Poder Público para aliviar os impactos da queda brusca nas temperaturas, prevista para os próximos dias.

Em Londrina por exemplo, os termômetros podem marcar zero grau na quinta-feira (29). Nas regiões mais ao sul do estado, o frio deve ser mais intenso chegando a registrar até -4 ºC, segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). É o caso de cidades como General Carneiro e Inácio Martins.

De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva a nova onda de frio não é motivo para pânico. Ele destaca que o encontro, realizado de forma virtual, buscou alinhar estratégias para garantir a proteção social da população mais afetada pelas baixas temperaturas.

Uma das medidas estabelecidas na reunião foi a elaboração de uma nota orientativa às prefeituras paranaenses. O plano deve incluir ações de ajuda humanitária, monitoramento e acompanhamento do clima, saúde, agricultura, além de cuidados com animais, prevenção de incêndios, comunicação social e atendimento à população vulnerável e a comunidades tradicionais.

O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Fernando Schunig, afirma que o cuidado com estes públicos, que ficam mais expostos ao frio, é uma das prioridades no apoio aos municípios durante esta nova mudança climática. Para atender a esta população, o Governo do Estado pode reforçar a atuação da assistência social nos municípios, como também acionar abrigos e mobilizar equipes voluntárias para ajudar nestas ações.

Ele explica que, nos próximos dias, as tardes devem permanecer geladas, diferentemente de outras épocas em que o estado registrou queda nas temperaturas e pede à população que se proteja do frio previsto para avançar pelo Paraná a partir desta quarta-feira.

Na luta contra o frio, o estado também quer combater a desinformação. De acordo com Schunig, informações divulgadas na internet apontando para temperaturas abaixo dos -10ºc não são verdadeiras. O coordenador estadual afirma que a Defesa Civil continua acompanhando diariamente o avanço da massa polar no estado e informando a população a respeito das mudanças no sistema.

Ainda com o objetivo de amenizar o frio, o Governo antecipou a distribuição de 40 mil peças, entre cobertores e roupas de frio, arrecadadas pela campanha Aquece Paraná. Com início das entregas na quarta-feira, os municípios do Centro-Sul, uma das regiões mais frias do estado, devem ter a prioridade no recebimento dos itens.

 

COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

Por Victor Assis

Comentários