QUARTA, 11/09/2019, 19:59

Número de autuações em propriedades rurais durante o vazio sanitário no Paraná passa de 220

No ano passado foram feitas apenas 30 autuações.

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – Adapar autuou ao longo do vazio sanitário da soja 224 proprietários rurais por não cumprirem o período de recesso do cultivo da oleaginosa no estado.

O vazio sanitário tem o objetivo de reduzir a sobrevivência do fungo causador da ferrugem-asiática durante a entressafra e assim atrasar a ocorrência da doença.

No Paraná o período foi de 10 de junho a 10 de setembro.

De acordo com Marcilio Martins Araújo, Gerente de Sanidade Vegetal da Adapar, o volume de autuações nesse ano foi bem superior ao de 2018, quando apenas 30 autuações foram realizadas em todo o estado.

Nesse ano foi bem maior devido às condições climáticas que desfavoreceram principalmente produtores das regiões sudoeste e oeste do Paraná.

De acordo com Marcilio, os produtores que de alguma forma atenderam a notificação e eliminaram a plantação não serão multados.

Por Bruno Carraro

Comentários