QUINTA, 04/06/2020, 19:24

Prefeitura de Ibiporã vai multar quem estiver sem máscara em R$ 300

Novo decreto do Município vizinho ainda proíbe uso do narguilé e também prevê multa no mesmo valor para quem descumprir a norma.

Mesmo com uma minoria da população desrespeitando as medidas restritivas estabelecidas pelo Município, a Prefeitura de Ibiporã decidiu apertar o cerco e editou um decreto com novas punições para quem não respeitar as regras de combate à pandemia da Covid-19.

O documento proibiu, por exemplo, a realização de eventos privados, de qualquer tipo, e prevê que tanto o organizador quanto o participante são considerados infratores, além do dono ou locatário do imóvel. Além de outras penalidades, o decreto institui uma multa de R$ 300,00 a R$ 1.500,00. No caso das pessoas jurídicas, o valor é de R$ 10,00 por metro quadrado da área usada para a atividade. Sendo o valor mínimo R$ 1.000,00 e o máximo R$ 100.000,00. Em caso de reincidência, as multas serão dobradas.

O decreto proíbe ainda o uso dos chamados do "narguilé" ou qualquer aparelho similar, em espaços públicos e privados abertos ao público ou de uso coletivo, mesmo que ao ar livre. A multa nesse caso é de até R$ 300. Para os reincidentes, o valor também duplica.

O prefeito de Ibiporã, João Coloniezi, diz que em função do aumento no número de casos na região e na cidade, que também registrou a primeira morte pela Covid-19 na quarta-feira, o momento é de vigilância e controle e que por isso decidiu ampliar as restrições e multar quem descumprir as regras.

O decreto da prefeitura de Ibiporã também prevê multa de R$300,00 para quem for flagrado sem máscara. Em caso de reincidência, o valor também será em dobro.

Coloniezi explica que o uso das máscaras de barreira na cidade já era obrigatório para quem estivesse fora de casa desde 14 de abril, mas segundo o prefeito ainda tinha gente que insistia em circular pelas ruas sem a proteção.

O novo boletim da doença, divulgado pela Prefeitura na noite desta quinta-feira, registrava 32 casos confirmados da Covid-19 na cidade. Foram três novos casos em 24 horas.

Por Marcos Garrido

Comentários