QUARTA, 03/03/2021, 18:32

Procon de Londrina vai notificar postos que reajustaram valor dos combustíveis antes de renovação dos estoques

Levantamento realizado pelo Núcleo registrou alta expressiva nos preços em relação ao mês anterior.

De acordo com a nova pesquisa feita pelo órgão, tanto a gasolina quanto o etanol registraram grandes aumentos, em comparação à pesquisa do mês de janeiro.

A consulta, realizada com 95 postos da cidade, constatou que a gasolina sofreu um aumento de 9,70%. O que corresponde a R$0,49 a mais e um preço médio de R$5,01 no litro do combustível.

Por sua vez, o etanol teve uma alta ainda mais significativa, com 13,50%, percentual que indica um acréscimo de R$ 0,50 no valor, chegando aos R$3,69 no valor médio.

A pesquisa foi realizada no dia 24 de fevereiro, dias antes de a Petrobras anunciar novo reajuste nos valores da gasolina e do óleo diesel. De acordo com Thiago Mota, diretor-executivo do Núcleo de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-LD) em Londrina, o balanço realizado pelo Núcleo pode não refletir este novo aumento e alerta para a possibilidade dos valores informados já terem sido alterados.

No entanto, ele afirma que o Núcleo vai entrar em contato com os postos para verificar se os valores dos combustíveis correspondem à elevação da estatal. Segundo o diretor, o órgão recebeu queixas de consumidores que reclamavam de estabelecimentos que já haviam aumentado os preços antes mesmo da renovação dos estoques.

Com a alta no preço da gasolina e o etanol acompanhando as variações do combustível, Mota considera que as consultas do Procon proporcionam mais agilidade ao consumidor que faz a pesquisa dos preços antes de ir abastecer. Ele afirma que a intenção é realizar pesquisas mensais junto aos postos da cidade.

Thiago Mota ainda destaca a importância do apoio da população para fiscalizar os preços nos postos de combustíveis. Denúncias podem ser feitas ao Núcleo pelo telefone (43) 3372-4823, como também pelo email procon@londrina.pr.gov.br. Os dados completos da pesquisa podem ser consultados na página do Núcleo, no portal da prefeitura de Londrina.

Por Victor Assis

Comentários