SEXTA, 16/08/2019, 11:35

Projeto que muda regras de autorização para viagens de vereadores tem discussão adiada

Temor dos parlamentares é pelo atraso na aprovação de pedidos

Pela quarta vez, a Câmara de Vereadores decidiu adiar a discussão sobre o projeto que muda as regras para autorização de viagens de parlamentares. Antes, o aceno positivo para que um vereador tivesse as despesas pagas pela Câmara dependia apenas do presidente legislativo.
Pela nova proposta, a autorização passa a ser dada por pelo menos três dos cinco ocupantes da Mesa Diretora.

O receio de alguns vereadores é de que a necessidade de mais opiniões atrase o andamento do pedido e, consequentemente, o custo das viagens, como explica Jairo Tamura.

O presidente da Câmara, Ailton Nantes, afirmou que o projeto foi retirado de pauta por mais três sessões justamente para analisar as reivindicações dos vereadores.

Desde o início do ano, a Câmara de Vereadores de Lodrina gastou R$ 3,4 mil em passagens aéreas, R$ 1,6 mil em passagens rodoviárias, R$ 2,3 mil em alimentação, R$ 1,8 mil em combustíveis e R$ 4 mil em hospedagens. O valor inclui viagens tanto de vereadores quanto de servidores do Legislativo.

Por Marco Feltrin

Comentários