QUARTA, 31/03/2021, 09:09

Projeto que regulariza moradias construídas em áreas ocupadas é aprovado na Câmara

Mais de duas mil famílias serão contempladas pela proposta, mas em alguns casos será preciso pagar pelo terreno

Vereadores aprovaram, em primeira discussão, um projeto de 2019 que regulariza áreas urbanas ocupadas com moradias por cerca de duas mil famílias em Londrina. Em alguns casos, como o da Vila Marízia, na região central, as casas estão irregulares há 50 anos. Também serão contemplados bairros como a Vila Amaral e o jardim São Rafael, na zona leste, e o jardim Shekinak, na zona norte.
A ideia do município é regularizar os espaços para promover a estrutura com asfalto, água, energia elétrica e rede de esgoto, fornecendo a escritura do terreno ao morador. Segundo o presidente da Cohab, Luiz Cândido de Oliveira, Londrina conta com 68 ocupações irregulares, onde moram quatro mil famílias, porém nem todas serão atendidas pelo projeto.

Durante a discussão do projeto, o presidente da Cohab foi questionado se os moradores destas áreas terão que pagar pelos terrenos, e esclareceu quais serão os critérios.

Depois de ser aprovado em primeira discussão, o projeto tem prazo de sete dias para apresentação de emendas antes de ir a plenário novamente e, caso aprovado, para sanção do prefeito.

Por Marco Feltrin

Comentários