QUARTA, 16/10/2019, 18:55

Sanepar promete analisar todos os casos de denúncias no Procon sobre problemas nas faturas

Uma reunião na manhã da última quarta-feira estipulou um prazo de 30 dias para que as mais de 90 denúncias sejam atendidas pela Companhia de Saneamento.

O Coordenador do Órgão de Defesa do Consumidor – Procon de Londrina, Gustavo Richa, conseguiu se reunir na manhã desta quarta-feira com diretores da Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar.

O número de denúncias contra a Sanepar registradas no Procon agora passam de 90.

São faturas com valores cobrados acima da média. A situação ocorre desde o início do ano.

Em alguns casos as faturas estão três a quatro vezes superiores a média mensal.

De acordo com o coordenador do Procon, Gustavo Richa, ficou acordado com a Sanepar que todos consumidores que reclamaram das faturas vão ser atendidos individualmente pela Sanepar para que os problemas sejam resolvidos. A intenção é reduzir os valores caso seja comprovado que em meses anteriores as faturas eram cobradas com valores abaixo do que foi registrado nos últimos meses.

As explicações apresentadas pela própria Companhia de Saneamento, que registra falta de profissionais para fazer a leitura da água, é que está sendo lançada uma média.

Só que a média tem sido registrada como se fossem três contas somadas, o que causa revolta nos consumidores.

De acordo com Gustavo Richa, a partir de agora mais de 40 leituristas já estão nas ruas para que o erro não ocorra mais.

Durante a visita do governador em Londrina, após ter sido questionado sobre o assunto, Ratinho Junior, disse que vai solicitar um acompanhamento mais preciso da Companhia de Saneamento sobre os possíveis erros de leitura.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade