QUARTA, 31/01/2018, 19:07

SEMA vai fazer contrato emergencial para recolher árvores caídas

Alta demanda com temporais não permite que servidores do órgão atendam as solicitações.

A Secretaria Municipal de Ambiente só em dezembro recolheu mais de 58 árvores que estavam caídas em áreas públicas. Ao longo desse mês de janeiro não foi diferente, inúmeras árvores que caíram durante as chuvas ainda permaneciam nas calçadas.

A alta demanda do órgão fez com efetivamente depois de avaliações e estudos confirmasse a necessidade de um contrato emergencial para o recolhimento dessas árvores.

De acordo com a Secretária Municipal do Ambiente, Roberta Queiroz, o edital deve ser publicado em breve, mas ainda não esta certo o dia já que todo o trâmite depende da Procuradoria Geral do Município, o que está certo é que será feito o contrato emergencial.

Roberta admite que a necessidade da terceirização desses serviços é necessária por falta de servidores e pelo alto custo ao município em manter profissionais nessas atividades.

Por Bruno Carraro

Comentários