SEXTA, 22/10/2021, 18:18

Abrabar cobra resposta sobre pedido de retomada do horário de verão

Presidente da entidade considera que mudança pode fortalecer recuperação econômica do setor, que foi impactado pela pandemia do coronavírus.

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) tem reforçado o pedido ao governo federal pela retomada do horário de verão, que foi cancelado ainda no início da gestão Bolsonaro, em 2019. A entidade, que representa os estabelecimentos, fez a primeira solicitação ainda no mês de junho.

A prática consiste em adiantar os relógios em uma hora, durante parte da primavera e do verão, com o objetivo de ter um melhor uso da luz natural e economizar energia elétrica. Fábio Aguayo, presidente da Associação considera que a medida também deve contribuir para uma recuperação mais consistente do setor, que foi impactado pelas medidas restritivas ligadas a pandemia da Covid-19.

Outras instituições também já fizeram o pedido pela volta do horário de verão. Entre elas, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) que, no início de setembro, junto a outras entidades, encaminhou solicitação ao governo federal.

Aguayo, por sua vez, questiona o motivo pela recusa em adotar a prática. Ele cita outros países que implantaram o sistema recentemente e avalia que o Brasil deveria retomar a estratégia. O presidente da Abrabar garante que a Associação vai continuar pressionando pelo retorno do horário de verão.

Apesar disso, um estudo publicado pelo Operador Nacional de Sistema (ONS), mostra que a retomada do horário de verão não representaria a garantia da redução do consumo de energia no país, que enfrenta um cenário de crise hídrica e energética.

Por Victor Assis

Comentários