TERCA, 18/01/2022, 19:08

Balanço da prefeitura registra novo aumento no número de casos ativos em Londrina

Informe também confirmou mais 575 casos da Covid-19 e um óbito causado pela doença.

Após um recuo significativo nos casos ativos em Londrina, na segunda, o novo boletim da prefeitura voltou a registrar aumento no indicador nesta terça-feira (18). No informe anterior, 1.933 pessoas estavam com o coronavírus e podiam transmitir. Agora, o número subiu para 2.133. Deste total, 2.104 londrinenses estão em isolamento domiciliar e 29 pacientes estão internados. Destes, 14 estão em leitos de Terapia Intensiva e 15 dele estão sendo atendidos no setor de enfermaria.

O relatório desta terça, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, também confirmou mais 575 casos da Covid-19 e uma nova morte por conta da doença, na cidade. Trata-se de uma mulher, de 48 anos, que estava internada em um hospital público da cidade desde o dia 21 de dezembro, para tratamento da infecção, mas que não resistiu e morreu na última sexta-feira (14).

Com os novos números, Londrina soma 94.906 positivações e 2.327 óbitos em decorrência do coronavírus, desde o início da pandemia.

De acordo com o informe municipal, a média móvel de novos casos também apresentou um novo aumento. No balanço divulgado no domingo, o indicador estava em 505,3. A taxa caiu na segunda, e ficou em 496,1, mas voltou a crescer na última atualização, chegando a 501,7.

Em todo o Paraná, mais 23.870 positivações e 21 mortes foram confirmadas no novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). São 14 homens e sete mulheres, com idades entre 38 e 92 anos. As cidades de Ponta Grossa, Umuarama, Ibiporã, Londrina e Maringá estão entre os municípios que registraram óbitos.

O levantamento também apontou que 68 pacientes com o coronavírus estão hospitalizados. Outros 856 paranaenses, considerados como casos suspeitos, já que aguardam os resultados dos exames de confirmação também estão internados, entre rede pública e particular.

Desde março de 2020, o estado soma 1.721.264 casos e 40.727 vidas perdidas por conta da doença.

Por Victor Assis

Comentários