SEGUNDA, 13/09/2021, 18:39

Com mais de 300 mil vacinas recebidas, Estado retoma aplicação da 1ª dose

Secretário de Saúde diz que, diferente de outros estados, Paraná não tem falta de imunizantes da AstraZeneca para a D2.

As pouco mais de 300 mil vacinas da Pfizer/BioNTech, todas destinadas para a primeira dose, chegaram a Curitiba na tarde desta segunda-feira. Os imunizantes foram conferidos e armazenados e, de acordo com a Sesa, já nesta terça-feira começam a ser distribuídos para as 22 Regionais de Saúde.

Sobre a falta de segundas doses da Astrazeneca, que ocorreu em outros estados do país, o secretário de Saúde, Beto Preto, afirmou que no Paraná não houve atrasos por parte do Ministério da Saúde.

O secretário ressaltou a importância da segunda dose e disse que o estado tem atualmente de 3% a 5% de faltosos na D2.

Beto Preto também comentou as dificuldades com as vacinas da Coronavac que foram recolhidas e disse que, apesar disso, a vacinação no Paraná continua no mesmo ritmo.

Segundo os dados do Vacinômetro, o Paraná aplicou até agora quase 7.700.000 primeiras doses; pouco mais de 321.000 doses únicas. Somadas, as duas representam mais de 91% da população adulta vacinada.

Entre D1 e dose única, o Estado já atingiu 91,6% da população adulta estimada em 8.720.953 pessoas com, pelo menos, uma dose.

No caso da segunda dose, foram mais de 3.735.000, o correspondente a 46,5% dos paranaenses com mais de 18 anos completamente imunizados contra a doença.

Por Marcos Garrido

Comentários