QUINTA, 04/10/2018, 18:23

Comissão de Direitos Humanos da OAB ainda espera revisão das prisões provisórias no Centro de Triagem

O pedido foi feito há 90 dias, mas a situação do antigo 4º Distrito Policial ainda é de superlotação.

Mesmo depois da Comissão de Direitos Humanos da OAB de Londrina solicitar uma solução para o Centro de Triagem de Londrina e acompanhar de perto as medidas como a revisão dos presos, a situação ainda é crítica.

Segundo a coordenadora da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Paula Vicente, há mais de um ano a Comissão acompanha a situação grave, e foi encaminhado, há 90 dias, um pedido ao diretor do Fórum para que fossem revistas as prisões provisórias.  Mas a situação ainda é crítica.

Na vistoria foram detectados vários problemas como de saúde pública e até falta de profissionais para atender a atual demanda.

Na vistoria de março, o Centro de Triagem tinha 147 presos. Um mês depois, em abril, já eram 170. Em maio, uma pequena redução e o número caiu para 161 presos.

Mas hoje o número já é igual ao do início do ano. O local foi planejado para ter apenas 28 presos.

A Secretaria de Segurança Pública ainda insiste com as informações de que a solução para o problema está nas 14 obras de construção e ampliação de presídios pelo Estado e que vão aumentar a capacidade do sistema em cerca de 7 mil vagas. O Governo também anunciou recentemente a instalação de quatro Centros de Triagem no Interior, que vão gerar mais de 2 mil vagas.

Por Bruno Carraro

Comentários