SEGUNDA, 22/07/2019, 11:12

Corpo de menina é encontrado em mata em Londrina; padrasto é preso após confessar o crime

Perícia preliminar aponta para marcas de violência sexual e diversas lesões no pescoço da criança

O corpo de uma menina de apenas nove anos de idade foi encontrado no meio de uma mata nos fundos do jardim Abussafe, em Londrina, no Norte do Paraná, na manhã de domingo. Sara Emanuele Silva estava desaparecida desde o último sábado. A criança foi localizada por amigos e conhecidos da família, que montaram grupos de busca para procurá-la após a constatação de seu desaparecimento.

 

De acordo com informações do Instituto de Criminalística, a menina trajava apenas uma blusinha e apresentava diversas marcas de violência sexual, além de lesões aparentes na região do pescoço. O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde deve passar por exames.

 

O padrasto de Sara, identificado como Sandro de Jesus Machado, que chegou a registrar um boletim de ocorrência na polícia dando conta do desaparecimento, confessou o crime após a descoberta do corpo. Sara foi localizada em uma área que fica a menos de dois quilômetros da casa onde ela morava com o suspeito, a mãe e os dois irmãos pequenos: uma menina de cinco, e um menino de dois anos de idade.

 

Segundo testemunhas, o padrasto teria levado a menina para o meio da mata ainda viva. O porta-voz da Polícia Militar em Londrina, tenente Emerson Castro, conta que o acusado resolveu se entregar depois de ser ameaçado por parte das pessoas que ajudaram nas buscas de Sara.

 

De acordo com a polícia, o suspeito admite o assassinato, mas nega ter abusado sexualmente da enteada. As motivações do crime ainda estão sendo investigadas.

Por Guilherme Batista

Comentários

Publicidade