TERCA, 08/10/2019, 19:20

Corregedoria encerra diligências prévias no caso do servidor que agrediu paciente na UPA do Jardim do Sol

Foi instaurado processo administrativo disciplinar para o técnico enfermagem e outros três funcionários.   O resultado pode ser de exoneração ou uma simples punição.

A Corregedoria da Prefeitura de Londrina finalizou as diligências prévias do caso do técnico de enfermagem que agrediu um paciente na Unidade de Pronto Atendimento – UPA do Jardim do Sol.

Foi aberto um processo administrativo disciplinar contra o técnico de enfermagem e outros três servidores que ficaram na sala com o paciente depois que havia sido agredido.

O processo pode levar até 180 dias para conclusão.

O resultado poderá punir apenas os servidores ou levar a exoneração do técnico e dos outros profissionais.

O caso aconteceu na noite do dia 18 de agosto. O servidor foi afastado das atividades por determinação do prefeito.

O vídeo viralizou nas redes sociais e mostra o paciente com o braço enfaixado sendo agredido com um tapa no rosto com grande violência. Nervoso, o servidor reclama que ele estaria mexendo nos consultórios e retirando objetos.

A reação de outro paciente, que estava na espera por atendimento, foi filmar toda a movimentação, que continuou dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em uma sala. De fora se ouvia os gritos do paciente e outras possíveis agressões.

O Corregedor Geral da Prefeitura de Londrina falou com a nossa reportagem, mas não vai se manifestar ou gravar entrevista sobre o caso até o encerramento do processo administrativo disciplinar.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade