QUARTA, 31/07/2019, 18:13

Empresa de ônibus demite 100 funcionários e Sindicato garante que demissão fere acordo trabalhista

O motivo da dispensa dos funcionários é a TCGL não ter participado do processo de concorrência para continuar prestando serviços em Londrina.

O Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Londrina – Sinttrol calcula que 100 funcionários foram demitidos nessa semana pela Transportes Coletivos Grande Londrina – TCGL.

Segundo informações do Sindicato, todos os que foram dispensados das atividades são cobradores das linhas de transporte coletivo.

De acordo com o presidente do Sinttrol, João Batista, antes da demissão eram 264 cobradores, ele acredita que nos próximos dias o restante deverá ser dispensado.

Ainda de acordo com Batista, os profissionais tem estabilidade garantida por meio de acordo assinado na última greve, até dezembro de 2020, por isso a categoria vai entrar com uma medida cautelar para que os profissionais recuperem os cargos ou sejam  indenizados.

Hoje são mais de 1,5 mil que estão aterrorizados com as demissões, já que a empresa alega não ter participado do processo de licitação para continuar as atividades em Londrina.

A nova disputa do lote 1 será nesta sexta-feira e é provável que a empresa participará do certame, já que na última vez que o pregão foi aberto apenas a Londrisul se interessou e passou no processo de concorrência para o lote 2 que é menor na cobertura.

A empresa de ônibus disse por meio da assessoria de imprensa que não vai se manifestar e não confirma o número de demitidos.

Por Bruno Carraro

Comentários