SEGUNDA, 07/01/2019, 07:37

Ex-prefeito de Londrina confirma sondagem do governo de Ratinho Junior para assumir a presidência da Compagas, mas nega o convite

Alexandre Kireeff se manifestou nas redes sociais e diz que fica impedido de assumir o cargo por ainda fazer parte da executiva estadual do Podemos.

O ex-prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, confirmou nas redes sociais que foi sondado para assumir a presidência da Compagas no governo de Ratinho Junior.

A Companhia Paranaense de Gás é responsável pela distribuição no estado há mais de 20 anos em 16 municípios, inclusive Londrina.

A empresa de economia mista tem como acionista majoritária a Companhia Paranaense de Energia - Copel, com 51% das ações, por isso pode ter a presidência indicada pelo governador do Paraná.

Apesar de Kireeff confirmar a sondagem, na publicação no facebook revela que não pode assumir a presidência da Companhia por fazer parte da executiva estadual do Podemos.

A publicação diz o seguinte:  

“Ao longo do dia de ontem circulou pela imprensa a informação de que eu assumiria o cargo de presidente da Compagas sob a indicação do Governo do Estado. Apesar de realmente ter havido essa sondagem, essa possibilidade não existe. De fato tenho experiência profissional no setor energético através de minhas atividades privadas e experiência no setor público, pelo fato de ter sido prefeito de Londrina, mas não seria possível assumir tal cargo, pois ainda faço parte da executiva estadual do partido Podemos, o que é um impeditivo, segundo a Lei das Estatais. Enfim, fico bastante lisonjeado por ter meu nome lembrado para assumir um cargo tão importante, mas isso não ocorrerá.”

Nossa reportagem, mesmo com a manifestação pública do ex-prefeito nas redes sociais, tentou gravar entrevista, mas não conseguimos localizá-lo.

A Compagas comercializa uma média mensal de 1,3 milhão de m³/dia de gás natural e conta hoje com 160 funcionários.

Por Bruno Carraro

Comentários