QUINTA, 26/03/2020, 17:41

Governador afirma que vai seguir o que dizem os técnicos da área e garante continuidade das medidas de isolamento social, pelo menos por enquanto

Ratinho Júnior também não descarta ampliação das restrições e diz que vai conversar com prefeitos este fim de semana para unificar medidas.

As declarações do governador Ratinho Junior foram dadas durante pronunciamento no Palácio Iguaçu em que apresentou a estrutura hospitalar montada pelo estado para enfrentar o novo Coronavírus. Ao lado do secretário Estadual de Saúde, Beto Preto, o governador afirmou, quando perguntado sobre as críticas do presidente Bolsonaro ao isolamento social, que não trabalha com ideologias e que vai continuar seguindo as orientações dos técnicos e autoridades da área da saúde do estado e o exemplo de outros países.

Ratinho Júnior nem chegou a citar o nome do presidente na resposta e em nenhum momento criticou diretamente Bolsonaro.

Ratinho afirmou ainda que as restrições determinadas pelo governo podem chegar também a outros setores da economia e não descartou um fechamento total do comércio e das indústrias.

Perguntado sobre a possibilidade de um racionamento, o governador disse não acreditar nessa hipótese e citou o pleno funcionamento do porto de Paranaguá, a grande produção agropecuária do estado e as cooperativas.

Ratinho afirmou que no fim de semana vai se reunir com os prefeitos das 20 maiores cidades do Paraná e com os presidentes das associações de municípios para que as decisões sobre medidas restritivas sejam tomadas em conjunto com o Executivo Estadual.

Durante o pronunciamento, o governador anunciou ainda um pacote de ajuda financeira para profissionais autônomos e pequenos empresários de todo o estado, em parceria com o BRDE. As medidas devem ser divulgadas nesta sexta-feira.

Por Marcos Garrido

Comentários