TERCA, 07/11/2023, 14:05

Governo Ratinho Jr. condiciona apresentação do PCCS dos professores ao fim da greve nas universidades estaduais

Durante o Paraná Faz Ciência na UEL, secretário Aldo Bona diz que a greve é inoportuna e pode prejudicar o envio do projeto de lei à Assembleia Legislativa já na próxima segunda-feira

O secretário de Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, informou em entrevista ao CBN Londrina nesta terça-feira que a proposta de reestruturação da carreira dos professores das universidades públicas estaduais está pronta e deverá ser encaminhada para a Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) já na próxima segunda-feira, dia 13. A matéria é aguardada por professores da UEL (Universidade Estadual de Londrina) que entraram em greve na última segunda-feira (30­) e questionam que não foram chamadas para negociar o PCCS (Plano de Cargos Carreiras e Salários).

Segundo o responsável pela SETI, o governador Ratinho Junior condicionou o enviou do projeto de lei para apreciação dos deputados com o fim da greve na UEL e UEM.

Segundo Aldo Bona, a greve é inoportuna e atrapalha a proposta do governo de reestruturar as titulações no plano de carreiras. Segundo ele, o projeto representa um ganho salarial na casa dos 18%, mas ainda abaixo dos 40% de perdas que foram calculados pela categoria.

A declaração foi feita no primeiro dia de exposição das atividades técnicas do evento Paraná Faz Ciência, que está na sua primeira edição presencial com exposição de pesquisas em diversos estandes com produção de trabalhos ao longo dessa semana no campus da UEL.

Para a reitora da universidade, Marta Fávaro, a manutenção do evento em meio ao movimento grevista é importante por conta da visibilidade para manifestação e das pautas que são levantadas. 

Cerca 30 mil pessoas são aguardadas no Campus da UEL para a Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Paraná Faz Ciência 2023, que será realizada até sexta-feira (10). O horário de visitação para o público em geral é das 8h às 18h, sem interrupção, dentro da Mostra Interativa. Ao todo, são 15 instituições parceiras, de universidades estaduais e institutos federais a órgãos de pesquisa e de instituições do Administrativo municipal.

Por Guilherme Marconi

Comentários