QUINTA, 12/12/2019, 18:49

HU recebe R$ 8 milhões para reforçar pagamento de terceirizados e compra de materiais

Com um déficit que deve chegar a R$ 18 milhões esse ano, superintendente do HU diz que dinheiro vai permitir equilibrar contas e pagar ainda dívidas de água, energia e telefone.

São aproximadamente 600 profissionais a menos que necessário e um déficit que deve chegar a mais ou menos R$ 18 milhões ao fim de 2019. Com esses números, a direção do Hospital Universitário está comemorando a chegada das duas parcelas de R$ 4 milhões liberadas pelo Governo do Estado ao longo da semana. O dinheiro vai poder ser usado em despesas de custeio, como a folha dos profissionais terceirizados e a compra de materiais diversos e o pagamento de serviços.

De acordo com a superintendente do HU, Vivian Feijó, o déficit seria maior caso a unidade não tivesse implantado mudanças na gestão, que permitiram uma economia de mais de R$ 3 milhões.

Vivian Feijó destaca o trabalho da bancada de deputados aqui da região para a liberação do dinheiro e diz que as contas de energia, água e telefone do HU também estão atrasadas. A soma das três dívidas chega a aproximadamente R$ 1,5 milhão e segundo a superintendente do hospital parte da verba repassada pelo Governo, R$ 1 milhão, deve ser usada para amortizar esses débitos.

De acordo com a superintendente, outros R$ 3 milhões serão usados especificamente para pagar os terceirizados e o restante na compra de materiais.

Segundo Vivian Feijó, o HU tem hoje mais de 1.400 servidores públicos e algo em torno de 400 terceirizados. O dinheiro destinado ao Hospital Universitário é parte de uma verba de R$ 168 milhões liberada pelo governo para a área da saúde de quase 300 cidades do estado.

Por Marcos Garrido

Comentários