QUINTA, 18/10/2018, 19:29

Ministério Público deve fazer nova vistoria no IML de Londrina após cobrar contratações de médicos

A visita está prevista para ocorrer em dezembro, seis meses depois de o MP identificar a necessidade de mais servidores no Instituto.

As estruturas físicas do Instituto Médico Legal - IML de Londrina, estão em um nível elevado de tecnologia e material, mas para atender a demanda são necessários profissionais.

Em junho o Ministério Público fez uma vistoria no prédio e solicitou atenção por parte da Secretaria de Segurança Pública do Estado - SESP, ao quadro de servidores que atuam no Instituto.

De acordo com o promotor Ricardo Domingues, as promotorias de direitos constitucionais e do patrimônio público, entraram com recomendações no quadro de servidores, em dezembro será feita uma nova vistoria no órgão a fim de saber se foram apresentados resultados.  

O MP chegou a cogitar ajuizar uma ação contra o estado, caso não fossem feitas contratações.

Em resposta à solicitação do Ministério Público, a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária – SESP, informou que, a governadora Cida Borghetti autorizou a ampliação de mais 162 vagas para integrar o quadro de servidores da Polícia Científica do Paraná.

Em nota a direção da Polícia Científica do Paraná informou que mantém nove médicos no Instituto Médico Legal de Londrina para atender as demandas. E que recentemente três médicos contratados pelo Processo Seletivo Simplificado - PSS foram substituídos por profissionais de carreira que foram chamados e nomeados pelo Governo do Estado.

Por Bruno Carraro

Comentários