SEXTA, 20/05/2022, 09:00

Número de positivações para Covid-19 em maio mais que dobrou, em comparação a todo mês de abril

Casos ativos também apresentaram crescimento expressivo ao longo dos últimos 19 dias, com aumento de quase 200%, durante período

Os números da Covid-19 em Londrina seguem em crescimento. Em maio, até agora, 2.956 novos casos foram confirmados e 10 mortes foram registradas. Para se ter uma ideia, este número já supera todo o mês de abril, quando a cidade teve 1.176 diagnósticos positivos e oito óbitos causados pela doença.

Quando comparado o mesmo período dos dois meses, observa-se um aumento de mais de 540% no volume de novas confirmações para o coronavírus no município. 

A tendência de alta nos índices também é observada na quantidade de casos ativos. No primeiro boletim do coronavírus, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, em maio, 280 pessoas estavam doentes. 

Agora, no informe da última quinta-feira (19), o indicador ficou em 831. Um crescimento de aproximadamente 196%, em menos de 20 dias. No dia anterior, o patamar era ainda maior e o número de londrinenses que podiam transmitir o vírus havia chegado a 954. 

Apesar disso, a maior parte dos pacientes se recupera em casa e o número de internados para tratamento da doença é bem menor, em comparação a períodos mais graves da pandemia do coronavírus, em Londrina.

No início deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou uma reestruturação na rede de atendimento à Covid-19 e retomou os atendimentos regulares da UPA do Jardim Sabará, que desde março de 2020 atuou como referência para casos respiratórios. 

Com isso, as UBS’s do município voltaram a atender a estes tipos de sintomas e a realizar testes para detecção do coronavírus. Além disso, a vacinação contra a doença passou a ser descentralizada em 11 UBS’s, em diferentes regiões da cidade.

Por outro lado, na última segunda-feira, a pasta encaminhou um ofício à Secretaria Municipal de Educação, recomendando a volta do uso de máscara de proteção nas escolas, por conta do aumento no número de casos da Covid.

O documento também leva em conta a queda de temperatura, registrada nos últimos dias e, ainda, a circulação de outros vírus respiratórios. A medida não é obrigatória e apresenta outras orientações, como uso de álcool gel e distanciamento social, quando for possível.

A reportagem da CBN Londrina entrou em contato com o Núcleo de Comunicação da Prefeitura, em busca de mais informações a respeito da atual situação epidemiológica do município, mas até o fechamento desta matéria, não tivemos retorno.

Por Victor Assis

Comentários