SEGUNDA, 12/02/2018, 18:18

Prefeitura de Londrina admite limitações com a falta de servidores para atender atual demanda

Os setores que mais sofrem com a falta de servidores são os de fiscalização em diversas secretarias.

Até dezembro do ano passado a prefeitura de Londrina registrou pouco mais de 9,6 mil servidores ativos. Os dados são da própria Secretaria de Recursos Humanos.

De lá pra cá esses números aumentaram com o chamamento de novos profissionais. Mas a demanda só tem aumentado com servidores licenciados e outros que buscam aposentadoria.

A Secretária de Recursos Humanos, Adriana Martello Valero, ainda faz levantamento do número de servidores que faltam em cada setor da prefeitura. Ela assumiu o cargo em novembro do ano passado.  A determinação para esse balanço foi do próprio prefeito Marcelo Belinati, a fim de reduzir despesas e contratar nos setores com maiores demandas. Esse levantamento será para administrar internamente os cargos.

Apesar de admitir a falta de servidores para diversos setores, como fiscalização em secretarias, Adriana, prevê novas contratações esse ano.

Os setores que já contrataram são de saúde e educação. Ao menos 30 para saúde e mais de 500 educação, mas ainda é pouco diante da necessidade das áreas de educação e saúde.

A Assistência Social, também contratou mais de 60 profissionais. Outros setores contrataram menos, um deles é o Procon, apenas cinco novos servidores.

Os projetos futuros preveem novas contratações no setor de carreira operacional, como operários, motoristas e pedreiros.

A prefeitura não tem previsão de quando finalizará o levantamento de servidores que estão faltando em cada secretaria, mas reforçou que a demanda aumenta mês a mês e que de alguma forma tenta atender as necessidades de cada setor.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade