QUARTA, 20/11/2019, 10:04

Prefeitura vai tirar recursos do Ippul e outros serviços para honrar compromissos na saúde

Transferência vai custear despesas de pessoal em dezembro

A prefeitura de Londrina enviou à Câmara de Vereadores um projeto de lei pedindo abertura de crédito suplementar de R$ 15 milhões para a secretaria de Saúde. A justificativa é de que o recurso vai atender despesas com pessoal no mês de dezembro, já que as transferências da União via Fundo Nacional de Saúde estão abaixo do valor previsto.
Para destinar o valor, a ideia do município é cancelar verba destinada ao Ippul, Instituto de Planejamento e Pesquisa de Londrina, Fundo de Urbanização e gerenciamento de trânsito, além dos programas de manutenção e limpeza em áreas públicas.

O projeto foi aprovado por unanimidade em primeira discussão, mas o vereador Eduardo Tominaga demonstrou preocupação com a retirada de recursos de órgãos como o Ippul, que enfrenta dificuldades para executar os trabalhos.

Na justificativa do projeto, a prefeitura afirma que o contingenciamento realizado no Orçamento da União fez com que o município recebesse menos das fontes de recurso para atenção básica e de média e alta complexidade hospitalar.


Do total de R$ 15 milhões, as maiores retiradas serão no pagamento de juros e amortização da dívida interna, um total de R$ 7,1 milhões, e na manutenção de atividades de planejamento e fiscalização do trânsito, que sofrerá um corte de R$ 3,5 milhões.

Por Marco Feltrin

Comentários