QUARTA, 28/10/2020, 09:10

Projeto quer homenagear ex-prefeito com nome da nova sede do SAMU

Vereadores se posicionaram contrários á proposta alegando que Dalton Paranaguá já batiza outro prédio público 

A prefeitura de Londrina enviou projeto à Câmara de Vereadores para batizar a nova sede do Samu, a ser construída na avenida Dez de Dezembro, ao lado da rodoviária, como Dalton Fonseca Paranaguá, em homenagem ao prefeito que comandou a cidade entre os anos de 1969 e 1972 e morreu em 2014, aos 87 anos.

A proposta seria votada em discussão única na sessão desta terça-feira, mas foi retirada pelo líder do Executivo, Jairo Tamura. Vereadores apontaram ilegalidade no projeto, uma vez que já existe um prédio público com nome do ex-prefeito: uma escola municipal a ser construída no jardim Santo André, zona norte de Londrina, conforme lei aprovada em 2015. Por este motivo, a as sesoria jurídica deu parecer contrário ao projeto.

Mário Takahashi reforçou a ilegalidade da proposta e pediu que a prefeitura escolha outro nome.

Amauri Cardoso saiu em defesa do projeto, alegando que há casos de duplicidade de nomes em ruas e prédios públicos na cidade.

Vilson Bittencourt voltou a reforçar a ilegalidade do projeto e cobrou que a Comissão de Justiça dê mais atenção aos pareceres emitidos pela assessoria jurídica da Câmara.

Com a retirada de pauta, o projeto só voltará a ser discutido após as eleições municipais. Porém, outro projeto com parecer favorável pela Comissão de Justiça, que deve ser levado a plenário ainda este ano, permite que se dê o mesmo nome a situações diferentes, como já existe por exemplo com o autódromo e a avenida Ayrton Senna, e valeria consequentemente para o caso do ex-prefeito Dalton Paranaguá.

Por Marco Feltrin

Comentários