TERCA, 05/04/2022, 14:47

Ratinho Júnior finaliza reforma no primeiro escalão

Interessados em disputar as próximas eleições, seis secretários, alguns superintendentes e diretores de órgãos estaduais tiveram que deixar os cargos no Executivo.

Quem assumiu a Secretaria de Planejamento e Projetos Estruturantes, foi Louise da Costa e Silva Garnica, que já fazia parte dos quadros da pasta e substituiu Valdemar Bernardo Jorge. Advogada, ela foi chefe de gabinete da Secretaria entre fevereiro de 2019 e março de 2020 e, desde então, era diretora-geral da Secretaria.

O novo secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo do estado é Everton Souza, que entrou no lugar de Márcio Nunes. Geólogo de formação, Souza era diretor-presidente do Instituto Água e Terra, o IAT.

Na Secretaria de Administração e Previdência, assume Elisandro Frigo. Ele foi nomeado em substituição a Marcel Micheletto. Graduado em Engenharia, Frigo também foi diretor-geral da própria pasta e da Secretaria Estadual de Educação e Esporte.

Fernando Furiatti é o novo titular da Secertaria de Infraestrutura e Logística na vaga deixada por Sandro Alex. Furiatti era diretor-geral do DER.

Ratinho Júnior também nomeou César Neves para a Secretaria de Saúde, no lugar de Beto Preto. Neves é médico e ocupava a chefia de gabinete da Sesa desde 2019. Rogério Carboni assume a pasta da Justiça, Família e Trabalho, em substituição a Ney Leprevost. Entre outros cargos, Carboni foi diretor-geral da Casa Civil.

Além das mudanças no comando das seis secretarias estaduais, também deixaram os cargos, alguns diretores-presidentes, superintendentes e outros servidores do primeiro escalão do governo estadual. As alterações foram definidas em função dos prazos da lei eleitoral, que exige a desincompatibilização dos interessados em participar das eleições de outubro, que ocupam cargos na administração pública direta e indireta.

Com a saída de Fernando Furiatti para a Infraestrutura e Logística, Alexandre Castro Fernandes foi escolhido como novo diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem. Ele já era o diretor de Operações do DER.

 

Com informações da Agência Estadual de Notícias.

Por Marcos Garrido

Comentários