QUINTA, 20/01/2022, 18:50

Religiões se unem para celebrar a paz e a tolerância

Representantes de diversas correntes religiosas de Londrina se encontram na Concha Acústica para levar uma mensagem de diálogo e respeito em tempos de divisão e intolerância.

A 7ª edição do Londrina Religiões Unidas pela Paz e em Prol da Tolerância Religiosa será realizada neste sábado, das 8h às 10h, e deve reunir na Concha Acústica 17 lideranças e representantes de diferentes religiões. O encontro, promovido pelo Conselho Municipal de Cultura de Paz, o Compaz, e o Grupo de Diálogo Inter-Religioso de Londrina, marca a passagem do Dia Mundial da Religião, comemorado nesta sexta, 21 de janeiro.

Além de celebrar a data, a 7ª edição do evento chama a atenção da sociedade para o Dia Nacional do Combate à Intolerância Religiosa, instituído no Brasil por uma Lei Federal de 2007, depois do atentado a um terreiro de Candomblé em Salvador, que acabou com a morte da Iyalorixá Gildásia dos Santos.

Cada religião terá de três a cinco minutos para falar sobre paz, tolerância e liberdade religiosa. Participam do encontro, representantes do Catolicismo, Islamismo, Budismo, Candomblé, Umbanda, Bahá’ís, entre outras.

O pastor da Igreja Adventista, Anastassios Papadopoulos, destaca a necessidade de respeito às liberdades individuais e a importância de um evento inter-religioso como o deste sábado em tempos de divisão social e de muita intolerância.

Para o conselheiro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Daniel Fermino da Silva a principal mensagem que o encontro deve trazer é de entendimento, paz e liberdade.

O líder religioso fala ainda em uma intolerância histórica que permeia todos os setores da sociedade brasileira.

Se o sábado amanhecer chuvoso, a 7ª edição do Londrina Religiões Unidas pela Paz e em Prol da Tolerância Religiosa será transferido para o dia 29 de janeiro, no mesmo local e horário.

Por Marcos Garrido

Comentários