TERCA, 11/05/2021, 19:11

Sob influência do La Niña, Alerta Geada começa a monitorar riscos no Paraná

Com boletins diários, serviço ajuda agricultores a evitarem perdas no campo. Por enquanto, não há possibilidades de geadas no estado.

O serviço entrou em operação na terça-feira e deve seguir acompanhando as chances de geada até meados de setembro. Com boletins diários, o monitoramento no estado é realizado desde 1995 e é executado pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), em parceria com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar).

Um dos principais objetivos do sistema é informar produtores rurais para que possam se preparar e proteger as plantações. A agrometeorologista Heverly Morais considera que o alerta é uma ferramenta importante especialmente para produtores de café e hortaliças. Ela explica que boa parte das culturas produzidas na região é sensível a frios rigorosos e, por isso, é importante estar atento às mudanças climáticas.

O Paraná segue sob influência do La Niña, fenômeno climático que provoca mudanças nos padrões de temperatura e menores volumes de chuva, o que pode facilitar a entrada de massas de ar polar, que são extremamente frias e, frequentemente, contribuem para formação de geadas.

Todos os dias, os pesquisadores analisam as condições do tempo e disponibilizam informativos nos sites das instituições com a previsão para o dia seguinte. Eventos climáticos com maior potencial de danos são notificados com antecedência para que se possa proteger as lavouras.

Apesar de o serviço ter início em maio, Heverly destaca que, historicamente no Paraná, o fenômeno climático ocorre com mais frequência no mês de julho e, por enquanto, não há previsão de geadas no estado. Com a entrada de uma frente fria, o clima fica mais propenso à chuva, o que impede a formação de cristais de gelo na superfície.

Os alertas, assim como os boletins diários, também estão disponíveis para smartphones no aplicativo IAPAR Clima, que pode ser baixado gratuitamente.

Os boletins podem ser acessados pelos sites idrparana.pr.gov.br ou pelo simepar.com.br. Também é possível consultar os informativos a respeito do risco de geada pelo telefone (43) 3391-4500.

Por Victor Assis

Comentários