QUINTA, 30/06/2022, 19:08

Um em cada três produtores rurais de Londrina não recadastrou o rebanho

Gerente Regional da Adapar diz que situação da cidade preocupa e que fiscais do órgão vão atrás de quem não fez a atualização dos animais.

Até a tarde desta quinta-feira, último dia do prazo, 75% das pouco mais de 187 mil propriedades do estado tinham feito o cadastro. Na área de abrangência da regional Norte da Agência de Defesa Agropecuária, que compreende 19 municípios, o número foi um pouco melhor: 78% das 3.400 propriedades tinham feito a atualização do rebanho.

Mas, especificamente em Londrina, o cadastro obrigatório deixou a desejar. Faltavam poucas horas para o fim do prazo e apenas 65% das 1.100 propriedades do Município tinham feito a comprovação do rebanho. A partir desta sexta-feira, os produtores rurais que não fizeram a atualização, só têm a opção de ir pessoalmente a uma das Unidades Locais do órgão, Sindicatos Rurais ou escritórios de atendimento das prefeituras.

O gerente da Regional Norte da Agência, Marcelo Matsubara, diz que em Londrina a situação é preocupante, com quase 400 propriedades ainda pendentes de regularização junto à Adapar.

A atualização cadastral do rebanho substitui a campanha de vacinação contra a aftosa, depois que o Estado recebeu da Organização Mundial de Saúde Animal, em maio do ano passado, a certificação internacional de área livre da doença sem vacina.

O processo é obrigatório para todas as espécies animais da propriedade, sejam bovinos, equinos ou suínos, entre outros. O gerente da Adapar explica que, a partir desta sexta-feira, 1º de julho, a Agência começa a buscar os pecuaristas que não fizeram o cadastro.

Além das possíveis penalidades administrativas, as propriedades que não fizeram o cadastro ficam impedidas de retirar a Guia de Trânsito Animal, já a partir desta sexta-feira.

Segundo o Governo do Estado, a atualização do rebanho é fundamental para manter a certificação internacional do Paraná.

Para o produtor que teve qualquer dificuldade em fazer o cadastro, o telefone da Adapar é (43) 2104-7912.

Por Marcos Garrido

Comentários