TERCA, 29/09/2020, 08:19

Apenas três vereadores não vão tentar a reeleição na Câmara de Londrina

Enquanto dois se arriscam nos cargos de vice e prefeito, Gérson Araújo decidiu não tentar o quinto mandato

Dos 19 vereadores que compõem a atual legislatura da Câmara de Londrina, 16 vão tentar se manter no cargo nas eleições de novembro. Dois deles também participam do pleito, mas buscando outros cargos: Felipe Prochet, do PSD, é candidato a vice na chapa com Tiago Amaral, do PSB. Já Junior Santos Rosa tenta ser prefeito pelo Republicanos, tendo como principal apoiador o PSL, antigo partido do presidente Jair Bolsonaro.

O único dos 19 a não ir para a disputa é o mais velho deles. Aos 78 anos, Gerson Araújo, do PSDB, encerra seu quarto mandato como vereador ao final do ano. O pastor Gerson, como é mais conhecido, chegou a ocupar a cadeira de prefeito por 100 dias no final de 2012, quando era presidente da Câmara e o então prefeito Barbosa Neto foi cassado e o vice José Joaquim Ribeiro acabou preso e renunciou ao cargo.

Em fevereiro deste ano, quando foi condenado por estelionato em um processo envolvendo a construtora Iguaçu do Brasil, Araújo já havia manifestado que dificilmente concorreria nas próximas eleições. Uma conversa com a família selou a decisão.

Gerson Araújo está no terceiro mandato consecutivo, mas o primeiro como vereador foi ainda na década de 1980. Ele recorda que a estrutura do Legislativo era bem diferente de hoje.

Nos últimos anos de mandato, Gerson esteve à frente da Comissão de Política Urbana e Meio Ambiente, e encabeçou um projeto de revitalização do Bosque Central, incluindo uma lei que retirou o status de área de preservação permanente do local. Os tempos de pandemia, no entanto, impediram que as alterações saíssem do papel durante seu último ano de mandato.

Por Marco Feltrin

Comentários