QUINTA, 30/09/2021, 09:15

Aquecimento do mercado imobiliário faz arrecadação do ITBI crescer mais de 52% em Londrina

Entrada de ISS e IPTU nos cofres do município também cresceu nos primeiros oito meses do ano

A prefeitura de Londrina arrecadou mais de 65% da receita de dois bilhões e meio de reais prevista para 2021 nos oito primeiros meses do ano. Os dados foram apresentados durante audiência pública na Câmara, e chamou a atenção o crescimento no volume de impostos que entraram nos cofres públicos entre janeiro e agosto.

O aquecimento no mercado imobiliário fez a arrecadação do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) aumentar 52,97% nos dois primeiros quadrimestres de 2021. Já o Imposto Sobre Serviços (ISS), registrou aumento de 22,92% que, segundo o diretor financeiro da secretaria municipal de Fazenda, Danilo Barbosa, está atrelado ao desempenho ruim da economia no ano passado por conta da pandemia. 

Já em relação ao IPTU, até o final de agosto foram arrecadados 286 milhões de reais, 88% do previsto para 2021 e 16% acima do registrado no mesmo período do ano passado. Para o diretor financeiro da secretaria de Fazenda, os números são reflexo de mais uma edição bem-sucedida do Profis.

Sobre os gastos da prefeitura, foram executadas 57,94% das despesas até agosto, tendo como principal destino os gastos com pessoal e encargos, que somam 900 milhões de reais e representam 43% da receita corrente líquida, estando portanto abaixo do teto de 54% que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Durante a apresentação das contas, Danilo Barbosa ainda destacou a queda de 21% nas transferências de verbas do Sistema Único de Saúde para o município e detalhou outras verbas vindas dos governos federal e estadual.

O investimento em saúde, que pela Constituição exigiria o mínimo de 15% do orçamento, chegou a 238 milhões de reais, o equivalente a 26,5% nos primeiros oito meses do ano, impulsionado pelo aparelhamento do município no combate à pandemia e pela queda no repasse do SUS.

Por Marco Feltrin

Comentários