QUARTA, 24/06/2020, 08:40

Câmara aprova criação da Central Única de Vagas para creches municipais, atendendo recomendação do Ministério Público.

Fila de espera ainda é de quatro mil crianças de zero a três

Foi aprovado na Câmara de Londrina um projeto de lei que cria a Central Única de Vagas para creches, com matrícula
de crianças de zero a três anos nos Centros Municipais de Educação Infantil e nas creches filantrópicas. A inciativa é
uma formalização do que já existe desde fevereiro de 2017 na Supercreche da Benjamin Constant, e atende a uma
recomendação do Ministério Público do Paraná e da Defensoria Pública do Estado.
A Central faz o gerenciamento das vagas e atende prioritariamente famílias de trabalhadores e em situação de
vulnerabilidade social.


Segundo a secretaria de Educação, o número de crianças matriculadas pela central de vagas saltou de 6.626 em 2017
para 7.014 em 2019. Com a inauguração de cinco creches, o número deve chegar a 7.600 até o final do ano.
O presidente da Comissão de Educação na Câmara, Amauri Cardoso, falou sobre o avanço com a criação do sistema,
mas alertou para o déficit de 4 mil vagas para crianças de zero a três anos.


O projeto foi aprovado por unanimidade em primeira discussão, e agora foi aberto um prazo de sete dias úteis para
apresentação de emendas antes do segundo turno de votação.
 

Por Marco Feltrin

Comentários