TERCA, 18/05/2021, 19:20

Com obras na reta final, Pronto Atendimento do Jardim Leonor vai se tornar “mini-UPA”, diz secretário de Planejamento

Entrega, que estava prevista para esta quinta-feira, fica sem nova data definida. Unidade vai quase dobrar número de atendimentos diários.

Com investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão, o espaço foi ampliado em mais de um terço do tamanho original e vai poder atender aproximadamente 400 pessoas diariamente, quase o dobro da capacidade do Pronto Atendimento, antes da reforma.

Os trabalhos na unidade de Saúde tiveram início em janeiro de 2020, com conclusão prevista para agosto do mesmo ano. No entanto, uma série de contratempos ao longo do serviço fez com que a entrega fosse adiada algumas vezes.

As melhorias no local incluem a reconstrução de banheiros com acessibilidade, novas instalações elétricas, climatização dos ambientes e pintura interna e externa. Em visita ao espaço na última terça-feira, o secretário municipal de Planejamento, Marcelo Canhada, afirmou que a obra está na etapa final.

Ele considera que o novo Pronto Atendimento 24 Horas vai fortalecer o serviço de Saúde da população da zona Oeste e avalia que a unidade deve funcionar como uma “mini-UPA”, oferecendo agilidade nos atendimentos de urgência e emergência.

O Pronto Atendimento do Jardim Leonor foi a primeira unidade do município a funcionar 24 horas. Canhada destaca que as melhorias no espaço e o retorno do atendimento da unidade são reforços importantes no atendimento à população, que continua buscando os serviços de Saúde, apesar do avanço da pandemia em Londrina.

A entrega do Pronto Atendimento estava prevista para a próxima quinta-feira, 20 de maio. No entanto, o prazo para inauguração da unidade deve ser estendido e uma nova data definida entre o fim de maio e começo do mês de junho.

Localizado na rua Aroeira, 284, o Pronto Atendimento do Jardim Leonor é uma das unidades mais antigas do Brasil e começou a funcionar ainda na década de 1970. Antes das obras no espaço, a Unidade Básica de Saúde da região também atendia no mesmo imóvel.

Por Victor Assis

Comentários