TERCA, 26/10/2021, 10:33

Em Londrina, dois mil imóveis permanecem sem luz nesta terça-feira

Equipe da Copel ainda corre contra o tempo, para realigar energia elétrica em outros dois mil domicílios em Alvorada do Sul, município mais afetado pelo vendaval de sábado no norte do Paraná

A região Norte do Estado chegou a ter 133 mil unidades consumidoras desligadas, no auge do temporal do final da tarde do último sábado. Mas ainda nesta terça-feira, há aproximadamente 8 mil unidades consumidoras sem energia, segundo informações atualizadas nesta manhã pela Copel. A maior parte da rede afetada ainda é no município de Alvorada do Sul com duas mil unidades sem luz e Londrina, com outros 2 mil imóveis ainda no escuro. 

Em Alvorada do Sul, o município mais prejudicado pelo evento climático na região, a Copel religou a energia na segunda-feira de 4 mil domicílios, em duas etapas de trabalho nas redes que tiveram ao 29 postes quebrados. Ao todo, a região Norte do Paraná contabilizou 317 postes danificados pelo temporal.

Mais de 2 mil eletricistas seguem mobilizados no enfrentamento do pior evento climático já enfrentado pela Copel no interior do Paraná. O temporal deste fim de semana só não foi mais grave que o ciclone-bomba ocorrido na região Leste, em junho de 2020: chegou a desligar 1,2 milhão de unidades consumidoras, alternadamente, durante a ocorrência das chuvas.

 Já foram identificados mais de 1.200 postes quebrados, sendo a maioria deles (516) na região Noroeste do Estado.  Em todo o Paraná ainda são 35 mil domicílios desligados e a COPEL informou por nota que as equipes das regiões menos atingidas estão somando esforços com trabalhadores locais de emergência, manutenção e obras para recuperar 100% do serviço no Estado. 

Por Guilherme Marconi

Comentários