QUARTA, 29/04/2020, 09:23

Garantinorte e Codel esclarecem dúvidas de vereadores sobre os 5 milhões repassados ao fundo garantidor

Empresários poderão adquirir até 60 mil reais em crédito com prazo de pagamento em até três anos.

Representantes da Codel e da Garantinorte participaram da sessão da Câmara de Vereadores nesta terça-feira para dar explicações sobre o funcionamento do fundo garantidor que oferecerá empréstimos a micro e pequenos empresários de Londrina para enfrentarem as consequências da crise econômica provocada pelo Coronavírus.

A Câmara repassou 5 milhões de reais do fundo legislativo que se transformarão em 50 milhões de crédito para os empresários.

A diretora executiva da Garantinorte, Joyce Giron, afirmou que o montante deverá atender cerca de 850 empresas da cidade, com valores que variam entre 15 e 60 mil reais cada. O primeiro passo do interessado é procurar a sociedade garantidora de crédito apresentando documentações como o faturamento anual e comprovantes de renda e residência. Em posse da carta fiança, o empresário irá até instituições financeiras conveniadas para aprovar e contrair o empréstimo.  A diretora explica como funcionarão os critérios.

O assessor executivo da Codel, Rogério Kodani, explicou que os 5 milhões repassados pela Câmara e consequentemente pelo município servirão de garantia ao fundo de crédito para cobrir a falta de pagamento por parte de alguns empresários. 

O prazo de carência para o pagamento vai variar de acordo com o valor da linha de crédito, podendo chegar a até 12 meses. Já o pagamento pode ser feito em até três anos. Giron afirma que as taxas oferecidas pelo fundo garantidor chegam a ser até 0,70% inferiores às oferecidas pelo mercado.

Empresários interessados em ter acesso à linha de crédito da Garantinorte podem entrar em contato pelos telefones 3323-5031 ou 99154-6615.

Por Marco Feltrin

Comentários