SEXTA, 30/07/2021, 18:42

Indústria paranaense abre mais de 35 mil novos empregos no primeiro semestre

Paraná foi o quinto estado do país que mais contratou trabalhadores no setor em 2021.

De janeiro a junho, a indústria paranaense foi responsável por 30% do total de empregos com carteira assinada criados no estado. O resultado deu ao Paraná o quinto lugar entre os que mais admitiram novos trabalhadores na indústria em 2021 e a quinta posição no mês de junho. Foram pouco mais de 35.500 vagas abertas no semestre, a grande maioria, 34.800, apenas na indústria de transformação. Em junho, o saldo chegou a quase 3.900 novos postos. Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged.

No primeiro semestre do ano passado, já em plena pandemia, a indústria fechou 8.630 vagas. Para o economista da Federação das Indústrias do Paraná, Evânio Felippe, a criação de postos no setor em 2021 é reflexo do crescimento da produção industrial, que acumula alta de 20%.

Outro fator positivo para a indústria, explica o economista, é o avanço no ritmo de vacinação para os mais jovens, que formam a maior parte da força de trabalho do segmento. A retomada do setor de serviços e do comércio, diz Evânio Felippe, também vem impactando no crescimento da atividade industrial no estado.

Embora os números sejam expressivos, segundo a Fiep, o ritmo de abertura de vagas vem diminuindo a cada mês. Passou de 9.500 em fevereiro, para quase 5.500 em março e chegou a quase 3.900 em junho. No primeiro semestre deste ano, dos 24 segmentos avaliados na pesquisa, só a indústria de bebidas registrou queda nas contratações. Os que mais admitiram, foram os segmentos de confecções e artigos do vestuário e de alimentos.

Em junho, o destaque foi o setor alimentício, responsável por 30% dos novos empregos formais na indústria de transformação. O economista da Fiep diz ainda que outro aspecto positivo foi a criação de empregos para atender o aumento das exportações.

Por Marcos Garrido

Comentários