TERCA, 13/07/2021, 19:10

Mesmo com previsão de chuva, região de Londrina vive sério problema hídrico, diz agrometeorologista

Volume esperado para fim de semana é pouco significativo e acumulado do último mês ficou muito abaixo da média histórica para período.

A última chuva registrada em Londrina foi entre os dias 28 e 29 de junho, há duas semanas. De acordo com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), o volume registrado na ocasião foi de apenas sete milímetros.

Segundo a agrometeorologista Heverly Morais, o acumulado do último mês ficou bem abaixo do esperado, com 39 milímetros. No entanto, a média histórica para o período é de quase 95 milímetros. Ela afirma que a região tem passado por um problema sério, com déficit hídrico e um inverno de estiagens intensas. Esta seca pode ter uma pequena trégua no fim desta semana, com a chegada de uma nova frente fria, que favorece as chuvas na região. Mas, o volume previsto é pouco significativo.

Pelo aumento da nebulosidade, causado pela frente fria, Heverly afirma que as temperaturas devem ficar um pouco mais amenas a partir de sexta-feira, com máxima prevista de 24 graus. Até lá, entre quarta e quinta, porém, os termômetros podem chegar a marcar 30 graus. A agrometeorologista explica que o inverno na região de Londrina é marcado por oscilações no clima, com períodos de frios intensos, intercalados por momentos de elevações nas temperaturas.

Por se tratarem de modelos climatológicos que dificilmente podem ser previstos com muita antecedência, Heverly conta que as últimas geadas registradas na região prejudicaram consideravelmente a produção dos agricultores. Em especial, as lavouras de milho, que já vinham sendo castigadas pela falta de chuvas ao longo do ano passado e pelo atraso no plantio da safra.

Segundo o IDR, não há previsão de novas geadas para a região nos próximos dias. O Instituto, em parceria com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) monitora a ocorrência do fenômeno climático em todo o estado, por meio do Alerta Geada. Os produtores rurais podem consultar os boletins diários através do aplicativo IAPAR Clima, nos sites das instituições, ou ainda fazer o cadastro para receber as notificações pelo WhatsApp.

Por Victor Assis

Comentários