QUINTA, 19/12/2019, 08:52

Orçamento de dois bilhões de reais para a prefeitura de Londrina em 2020 é aprovado na Câmara

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS DA EDUCAÇÃO PARA AGRICULTURA GEROU POLÊMICA

O orçamento da prefeitura para 2020 foi aprovado durante a sessão extraordinária desta quarta-feira na Câmara de Vereadores. O município terá 2 bilhões de reais para gastar no próximo ano. A discussão se estendeu por cerca de duas horas devido a apresentação de nove emendas. A mais polêmica delas, de autoria do vereador Vilson Bittencourt, solicitava a transferência de R$ 2 milhões da educação para a agricultura. O argumento é de que alunos perdem aulas porque não conseguem chegar às escolas em dias de chuva, por conta da má conservação das estradas rurais.

Após uma discussão acalorada, com a presença de agricultores nas galerias, a emenda foi rejeitada. Outra emenda, que destina R$ 4 milhões para manutenção das estradas rurais, foi aprovada.

Também passaram pelos vereadores emendas que retiraram, por exemplo, 400 mil reais destinados para recape asfáltico e transferiram para o fundo de proteção aos animais.

Saúde e Educação continuam com os maiores orçamentos, respectivamente 705 e 475 milhões de reais.

Segundo a diretora de orçamento da secretaria de Fazenda, Darling Genvigir, as principais arrecadações vêm do IPTU, com 354 milhões e ISS com 234 milhões.

Nesta semana, a prefeitura de Londrina conseguiu aprovar a venda 16 terrenos, com expectativa de arrecadar R$ 30 milhões. De acordo com a diretora, o valor ainda não consta no orçamento, mas pode até ser incluído no regime próprio da previdência dos servidores, o chamado RPPS.


Em relação à folha de pagamento, Darling afirma que a prefeitura está em uma margem segura em relação ao máximo que prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Por Marco Feltrin

Comentários