QUINTA, 24/05/2018, 18:52

Policiais Civis do estado protestam contra a defasagem salarial da categoria

A pauta extensa ainda se resume à necessidade de contratação de novos profissionais e excessivas horas consecutivas de trabalho para atender a demanda.

Em todo o estado policiais civis se reuniram, no decorrer desta semana, em protesto em frente as sedes de delegacia da Polícia Civil para atos de manifestação em defesa da chamada “data base”, a negociação da reposição inflacionária anual.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Londrina e região, Michel Franco, conta que a categoria precisa de reposição de servidores, e da reposição salarial. Para ele, o Executivo estadual tem deixado de lado os profissionais que estão com salários defasados. Em Londrina o ato ocorreu em frente a 10ª Subdivisão Policial.

No geral faltam escrivães, investigadores, papiloscopistas, delegados e os demais nobres servidores da Polícia Civil.

O sindicato divulgou uma nota no seu site convocando os policiais civis, onde afirma que a data base é um direito de todo trabalhador.

E dizem que os servidores públicos não são os vilões da crise que assola o Paraná e o país.

Ainda de acordo com Franco,  a manifestação é um alerta ao governo sobre a necessidade de atender à segurança pública que está em risco, sem que os agentes de segurança consigam trabalhar de acordo com a necessidade da população.

Em nota a Secretaria Estadual de Segurança Pública, diz que a Polícia Civil vem tratando junto ao Governo melhorias para o quadro. Um concurso para o cargo de escrivão está em andamento a fim de melhorar o quadro de profissionais.

Por Bruno Carraro

Comentários